quinta-feira, 12 de fevereiro de 2015

Sexta-Feira 13: História e Mitos

Eis que chega o dia!!! Sexta-Feira 13!! 
Apenas mais uma dentre as várias que ainda virão ao longo dos anos, mas as significações que circundam de misticismo este dia não deixarão nunca de existir visto que foram plantadas há muitos e muitos séculos passados. Vou sintetizar as lendas que sobre a data e, segundo reza as histórias, como surgiu este mito!
     Pelo que pude observar pesquisando em vários sites sobre o tema, este mito advêm de duas histórias (ou estórias), ou lendas antigas:
A primeira parece explicar o estigma do número 13 e conta que houve um banquete em Valhalla, o palácio para onde íam os guerreiros mortos em batalha, para o qual foram convidadas 12 divindades. Loki, o deus do fogo, talvez o mais controverso do panteão nórdico, não foi convidado e, enciumado, apareceu sem ser chamado e armou uma cilada para Baldur, o deus do Sol ou da luz, o preferido de Odin, deus dos deuses. Deste relato surgiu a idéia de que ter 13 pessoas à mesa para um jantar era desgraça na certa.
A associação com a sexta-feira parece ter vindo da segunda lenda nórdica, que fala de Frigga ou Freya, a deusa escandinava da paixão e da fertilidade. Segundo a lenda, quando as tribos nórdicas e germânicas foram obrigadas a se converter ao cristianismo, as narrativas passaram a descrevê-la como uma bruxa, exilada no alto de uma montanha. Dizia-se, então, que, para vingar-se, ela se reunia todas as sextas-feiras com outras 11 bruxas e o demônio, num total de 13 entidades, para rogar pragas sobre os humanos. Isso era usado para incitar a raiva e a animosidade das pessoas contra Frigga, embora nem sequer existissem figuras malignas como o diabo nessas culturas.”

Existem ainda histórias relacionadas com a morte de Jesus, que foi em uma sexta-feira e que na última ceia haviam 13 pessoas na mesa, que Judas teria sido o 13° e traidor e que causou a morte de Cristo.

Gato Preto: Simbolismo da Sexta-Feira 13
     Muitas pessoas levam a sério este assunto: Evitam viajar na sexta-feira 13, não usam o número em camarotes, prédios, quartos de hotéis e até mesmo evitam andar ou jantar na companhia de 13 pessoas, pois associam este fato ao azar. Há outras que se virem um gato preto, seja como ou onde for, sente como se seu dia fosse arruinado; passar debaixo de escadas, etc, etc... Mas temos um exemplo bem recente de que isto é muito relativo. O ex-treinador Mário Jorge Zagallo era fascinado pelo número 13, então fica no ar o questionamento: Será que isto não está apenas nas mentes das pessoas?
     Nós devemos ser o que pensamos ser e lutar por isso, fazer o que é certo diante de Deus e dos homens! O fato de ser sexta-feira ou de ser o dia 13 não fará diferença alguma se estivermos com nosso pensamento focado em coisas boas e em algo que realmente fará diferença em nossas vidas, como ajudar o próximo, praticar uma boa ação e deixar que estas “energias negativas” não sufoquem o belo dia deixado como dádiva pelo Criador!
Fontes: IG e Wikipédia e Pense o Amanhã

Sexta Feira 13 e a Palavra de Deus

"A sexta-feira 13 é um dos dias em que se concentram grande quantidade de superstições. Para alguns é dia de sorte, para outros, de azar. Porém, para o Cristão, que conhece a Palavra do Senhor, a sexta-feira 13 é dia de bênção, pois a Bíblia diz que sobre a nossa tenda, não vale encantamento e que Deus transforma maldição em bênção, não tendo o Cristão, motivo para temer. 

O cristão não pode ser supersticioso, simplesmente porque ele não acredita em rezas, maldições, feitiços ou qualquer coisa que possa influenciar o curso da vida. A pessoa que vive baseada em superstições leva uma vida pautada no medo do desconhecido e na ignorância daquilo que, de fato, não é verídico.

A Palavra do Senhor se renova a cada manhã e que a Palavra é lâmpada para os meus pés e luz para os meus caminhos. "Eu tenho que andar, não em cima de superstições, mas devo andar sobre a Palavra de Deus, crendo que o Senhor é comigo e com ele eu não tenho que temer".

A Bíblia diz em Deuteronômio 18. 10-13 que entre ti não se achará quem faça passar pelo fogo a seu filho ou a sua filha, nem adivinhador, nem prognosticador, nem agoureiro, nem feiticeiro; Nem encantador, nem quem consulte a um espírito adivinhador, nem mágico, nem quem consulte os mortos; Pois todo aquele que faz tal coisa é abominação ao Senhor; e por estas abominações o Senhor teu Deus os lança fora de diante de ti. Perfeito serás, como o Senhor teu Deus."
Pense o Amanhã

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...